O sucesso das políticas públicas de combate ao HIV/aids no Brasil, que desde 1996 garante o tratamento universal e gratuito no Sistema Único de Saúde (SUS) para pacientes com aids, reflete no aumento do tempo de vida dessa população.
Em cinco anos, mais de 17 mil recém-nascidos foram diagnosticados com alguma das doenças detectáveis pelo Teste do Pezinho, oferecido pelo SUS. Hipotireoidismo congênito e a doença falciforme respondem por 77% dos casos.
Botões de elevador, teclas de caixas eletrônicos, relógio de ponto biométrico. Locais aparentemente inofensivos se comparados às salas de isolamento, laboratórios e contêineres de lixo infectado são, na verdade, porto seguro para diversos micro-organismos que causam as temidas infecções hospitalares.
Cerca de 422 milhões de adultos em todo o mundo viviam com diabetes em 2014, quatro vezes mais do que em 1980, informa a Organização Mundial da Saúde (OMS) em relatório divulgado para marcar o Dia Mundial da Saúde.
A síndrome de Guillain-Barré é uma doença do sistema nervoso de caráter autoimune, ou seja, ocorre quando as defesas do organismo são mais intensas do que o necessário e passam a atacar partes do corpo. Pode afetar pessoas de qualquer idade, especialmente adultos mais velhos, e o risco de morte associado à doença é inferior a 10%.
Pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças Transmissíveis (CDC), dos EUA, confirmaram a relação entre o Zika e a ocorrência de microcefalia em bebês cujas mães foram infectadas pelo vírus. O estudo realizou uma revisão rigorosa das evidências já existentes e concluiu que o Zika é a causa da microcefalia e outros danos cerebrais identificados em fetos.
Pesquisadores da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais e da Fundação Ezequiel Dias (Funed) afirmam que o uso dos óleos de orégano e de cravo são eficazes para matar as larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da zika, dengue e chikungunya. O próximo passo do estudo será desenvolver a fórmula para um larvicida para ser colocado no mercado.
Por que e quando fazer o exame para detectar o Zika vírus? Como a amostra é colhida? Quais são os tipos de exames disponíveis? É necessário que o paciente faça alguma preparação específica para esse exame? As respostas a essas e a outras perguntas você encontra em Lab Tests Online BR.
A SBPC/ML divulga entre os laboratórios clínicos e profissionais de saúde seu "Posicionamento oficial sobre o Diagnóstico Laboratorial do Zika vírus". O documento apresenta respostas a cinco perguntas básicas e dois fluxogramas que ilustram o passo a passo dos exames que devem ser realizados, com base em documento do CDC (Centers for Disease Control and Prevention), dos EUA.