Also Known As
Artrite gotosa
Este artigo foi revisto pela última vez em
Este artigo foi modificado pela última vez em 10 de Julho de 2017.

O que é?

Gota, ou artrite gotosa, é uma doença provocada por acúmulo de cristais de ácido úrico (urato de sódio, cristais em forma de agulhas) no líquido sinovial e nos tecidos de uma ou mais articulações, causando inflamação, aumento de volume e dor intensa na articulação. A afetada com maior frequência é a do dedo grande do pé (articulação metatarsofalangiana do hálux), mas também podem ser atingidos os pulsos, as mãos, os joelhos e outras articulações dos pés. As crises podem ocorrer diversas vezes por ano e durar dias. Quando acontecem, há depósito de uratos nas cartilagens, nos tendões e em outros tecidos moles, incluindo depósitos subcutâneos chamados tofos. Os cristais também se acumulam nos rins, formando cálculos renais e causando lesão renal. A maioria das crises é aguda e dura alguns dias, mas a gravidade e a frequência delas pode aumentar com o tempo, e algumas pessoas desenvolvem uma forma crônica da doença.

O ácido úrico é um produto final do catabolismo das purinas, compostos encontrados em todos os tecidos do corpo e em muitos alimentos, como fígado, carne, frutos do mar, feijões, aspargos e cogumelos. Normalmente, o ácido úrico é eliminado na urina. A elevação dos níveis no sangue (hiperuricemia) pode ocorrer por aumento da produção de ácido úrico no corpo, por ingestão de alimentos ricos em purinas ou por diminuição da eliminação urinária de ácido úrico.

A gota é mais comum em homens que em mulheres. Ocorre com maior frequência em homens com mais de 40 anos de idade e em mulheres após a menopausa. Pessoas com história familiar de gota ou que têm hipertensão arterial, diabetes do tipo 2, obesidade, hiperlipidemia ou doenças renais apresentam um risco maior de desenvolver a doença. Alguns medicamentos, como ciclosporina, diuréticos tiazídicos e salicilatos, assim como consumo excessivo de álcool, diminuem a excreção de ácido úrico.

A gota deve ser distinguida de outras doenças com sintomas semelhantes mas que têm causas e tratamentos diferentes, como pseudogota, provocada por depósitos de pirofosfato de cálcio, artrite séptica (causada por infecção bacteriana) e artrite reumatoide, uma doença autoimune.

Exames


Os exames procuram distinguir a gota e outros tipos de artrite, e investigar as causas do aumento do ácido úrico no sangue.

Exames laboratoriais

  • Análise do líquido sinovial - Usada para identificar os cristais característicos da gota e para pesquisar sinais de infecção articular.
  • Ácido úrico - Para detectar níveis elevados no sangue. Pode ser feito regularmente para monitorar a uricemia.
  • Ureia e creatinina - Para avaliar e monitorar a função renal.
  • Hemograma – Para detectar anormalidades nas células do sangue e sinais de infecção.
  • Algumas vezes, são feitos outros exames, como fator reumatoide ou FAN (anticorpos antinúcleo), para excluir outras causas de artrite. Hemocultura ou cultura do líquido sinovial podem ser pedidas para excluir artrite séptica.

Exames não laboratoriais

  • Radiografias das articulações afetadas revelam depósitos de ácido úrico e lesões indicativas de artrite gotosa.

Tratamento


Os objetivos do tratamento são aliviar a dor, diminuir a inflamação e reduzir os níveis de ácido úrico para reduzir o risco de novas crises e de lesão renal.

Durante as crises, são usados anti-inflamatórios não esteroides, como ibuprofeno ou naproxeno, e, se necessário, corticosteroides, como prednisona, para diminuir a dor e a inflamação. Se não forem suficientes, a colchicina pode ser útil mas primeiras 12 horas da crise. Após o fim da crise, podem ser prescritos anti-inflamatórios não esteroides e colchicina em pequenas doses diárias para prevenção de crises futuras.

Probenecida e sulfinpirazona, que diminuem o nível de ácido úrico no sangue, e alopurinol, que inibe a enzima que produz o ácido úrico, são usados para diminuir a frequência e a gravidade de crises futuras.

Algumas mudanças de estilo de vida podem minimizar as crises:

  • Diminuição do consumo de álcool
  • Moderação da ingestão de proteínas
  • Abstenção de alimentos ricos em purinas
  • Prática de exercícios regulares
  • Aumentos da ingestão de líquidos, para facilitar a eliminação de ácido úrico

Páginas relacionadas


Neste site
Exames: ácido úrico, análise do líquido sinovial, fatro reumatoide, FAN
Estados clínicos/Doenças: artrite, artrite reumatoide, diabetes

Em outros sites da Internet
Arthritis Foundation: Gout
National Institute of Arthritis and Musculoskeletal and Skin Diseases (NIAMS): Questions and Answers about Gout
American College of Rheumatology: Pseudogout

Fontes do artigo

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.

Fontes usadas na revisão atual

(Revised 2007 March). National Institute of Arthritis and Musculoskeletal and Skin Diseases. Fast Facts About Gout. Available online at http://www.niams.nih.gov/hi/topics/gout/ffgout.htm through http://www.niams.nih.gov. Accessed June 2010.

(2006 December Updated). National Institute of Arthritis and Musculoskeletal and Skin Diseases Questions and Answers about Gout. Available online at http://www.niams.nih.gov/hi/topics/gout/gout.htm through http://www.niams.nih.gov. Accessed June 2010.

(2009 August, Updated). Schumacher, H. Gout. American College of Rheumatology. Available online at http://www.rheumatology.org/practice/clinical/patients/diseases_and_conditions/gout.asp through http://www.rheumatology.org. Accessed June 2010.

ARUP Consult. Hyperuricemia - Gout. Available online at http://www.arupconsult.com/Topics/Gout.html through http://www.arupconsult.com. Accessed June 2010.

Fontes usadas em revisões anteriores

(2005 March). Fast Facts About Gout. NIAMS [On-line information]. Available online at http://www.niams.nih.gov/hi/topics/gout/ffgout.htm through http://www.niams.nih.gov.

(2002 March, Currently being updated). Questions and Answers about Gout. NIAMS [On-line information]. Available online at http://www.niams.nih.gov/hi/topics/gout/gout.htm through http://www.niams.nih.gov.

(2005 November 14). Gout. MayoClinic.com [On-line information]. Available online at http://www.mayoclinic.com/health/gout/DS00090 through http://www.mayoclinic.com.

Schumacher, H. (2006 June, Updated). Pseudogout. American College of Rheumatology [On-line information]. Available online at http://www.rheumatology.org/public/factsheets/pseudogout_new.asp?and=pat through http://www.rheumatology.org.

Chen, A. (2005 June 7, Updated). Synovial fluid analysis. MedlinePlus Medical Encyclopedia [On-line information]. Available online at http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/003629.htm.