Também conhecido como
Autoanticorpos tireoidianos
Anticorpos antitireoidianos
Anticorpo antimicrossomal
Anticorpo microssomal tireoidiano
Anticorpo tireoperoxidase
TPOAc
Anti-TPO
TBII
Anticorpo antitireoglobulina
TgAc
Anticorpo do receptor de TSH
TRAb
Imunoglobulina estimuladora da tireoide
TSI
Nome formal
Anticorpo tireoide peroxidase (TPOAc); Anticorpo tireoglobulina (TgAc); Anticorpo do receptor do hormônio estimulador da tireoide (TRAb)
Este artigo foi revisto pela última vez em
Este artigo foi modificado pela última vez em 08 de Julho de 2019.
At a Glance
Why Get Tested?

Para ajudar a diagnosticar e monitorar doenças autoimunes da tireoide e para diferenciá-las de outras formas de tiroidites; para ajudar no direcionamento de decisões de tratamentos

When To Get Tested?

Quando você apresenta um bócio e/ou quando seus outros testes tireoidianos, tais como  T3T4, e TSH, indicam disfunção tireoidiana; junto com um teste tireoglobulina, quando o seu médico o está utilizando como uma ferramenta de monitoramento; em intervalos recomendados pelo médico, quando você apresenta um distúrbio autoimune da tireoide conhecido.

Sample Required?

Uma amostra de sangue colhida de uma veia do braço

Test Preparation Needed?

Nenhuma

What is being tested?

Esses testes detectam a presença e medem a quantidade de autoanticorpos tireoidianos específicos. Os autoanticorpos se desenvolvem quando o sistema imune de uma pessoa reconhece, erroneamente, como estranhos (não-próprios) componentes da tireoide e pode levar à inflamação crônica da tireoide (tireoidite), dano tecidual e interrupção da função da tireoide.

A tireoide é uma glândula pequena, em forma de borboleta, localizada na parte anterior pescoço, logo abaixo da região conhecida como Pomo de Adão (ou "gogó"). Os principais hormônios que ela produz, a tiroxina (T4) e a triiodotironina (T3), são vitais para ajudar a regular a velocidade na qual utilizamos a energia – nosso metabolismo. O corpo tem um sistema de "informações" que utiliza o hormônio estimulador da tireoide (TSH) para ajudar a aumentar ou diminuir a produção de hormônio tireoidiano e manter uma quantidade estável dos hormônios tireoidianos na corrente sanguínea.

Quando os anticorpos tireoidianos interferem com esse processo, eles podem levar a condições e distúrbios associados ao hipotireoidismo ou hipertireoidismo. O hipotireoidismo pode causar sintomas tais como ganho de peso, fadiga, bócio, pele seca, queda de cabelo, intolerância ao frio e constipação. O hipertireoidismo pode causar sintomas como suores, taquicardia, ansiedade, tremores, fadiga, dificuldades para dormir, pera rápida de peso e protrusão dos olhos.

Accordion Title
Common Questions
  • How is it used?

    O teste anticorpo tireoidiano é solicitado principalmente para ajudar a diagnosticar uma doença tireoidiana autoimune e para separá-la de outras formas de tireoidites. Ele pode ser solicitado para ajudar na investigação da causa de um bócio e/ou realizado como um teste de acompanhamento, quando outros resultados de testes tireoidianos (como  T3, T4, e/ou TSH) mostram sinais de disfunção tireoidiana.

    Um ou mais testes de anticorpos tireoidianos também podem ser solicitados se uma pessoa com um distúrbio autoimune conhecido, mas não relacionada à tireoide,  como lúpus eritematoso sistêmico, artrite reumatoide, ou anemia perniciosa, desenvolve sintomas que sugerem envolvimento da tireoide. Esse envolvimento pode ocorrer em qualquer momento durante o curso de outra(s) condição(ões).

  • When is it ordered?
    ANTICORPO TIREOIDIANO ACRÔNIMO PRESENTE QUANDO É SOLICITADO OUTROS FATORES
    Anticorpo peroxidase tireoidiano TPOAC Tireoidite de Hashimoto; Doença de Graves Quando o paciente apresenta sintomas sugestivos de hipotireoidismo; quando o médico decide iniciar uma terapia medicamentosa em um paciente que está associada a risco de desenvolvimento de hipotireoidismo, quando ao anticorpos tireoide peroxidase estão presentes, tais como lítio, amiodarona, iterferon alfa ou interleucina-2. Está associado a dificuldades reprodutivas, como aborto, pré-eclâmpsia, parto prematuro e falhas na fertilização in vitro.
    Tireoglobulina WDEC Câncer de tireoide; Tireoidite de Hashimoto Sempre que um teste de tireoglobulina é realizado para observar se o anticorpo está presente e pode estar interferindo com os resultados do teste. Uma vez que o teste de tireoglobulina será solicitado em intervalos regulares após o tratamento de câncer de tireoide, o anticorpo tireoglobulina também será solicitado em intervalos regulares. Sempre que o teste da tireoglobubina é realizado, para verificar se o TRAb está presente e, em consequência, a provável interferência com os resultados do teste. Uma vez que o teste da tireoglobubina pode ser solicitado periodicamente após tratamento para o câncer da tiroide, o TRAb também poderá ser pedido periodicamente.
    Anticorpo de receptor do hormônio estimulador da tireoide   Doença de Graves Quando o paciente apresenta sintomas de hipertireoidismo; para monitorar a eficácia da terapia antitireoidiana. Quando o paciente tem sintomas de hipertiroidismo; para monitorizar a eficácia da terapêutica anti-tiroidiana.
  • What does the test result mean?

    Níveis pouco ou moderadamente elevados de anticorpos tireoidianos podem ser encontrados em diversos distúrbios da tireoide e distúrbios autoimunes, tais como câncer da tireoide, diabetes tipo 1, artrite reumatoide, anemia perniciosa e doenças vasculares autoimunes do colágeno. Concentrações significativamente elevadas mais frequentemente indicam doenças autoimunes da tireoide, como a tireoidite de Hashimoto e doença de Graves.      

    Em geral, sua presença sugere que há envolvimento autoimune da tireoide e, quanto mais alto o nível, torna ainda mais provável. Níveis em elevação podem ser mais significativos que níveis estáveis, uma vez que eles indicam um aumento na atividade autoimune. Todos esses anticorpos, se presentes na gravidez, podem predizer o risco de hipotireoidismo ou hipertireoidismo no feto ou no recém-nascido.   

    Se os anticorpos de  antitireoglobulina estão presentes tornam-se, para o médico, limitação técnica da monitorização dos níveis de tireoglobulina, podendo interferir com os resultados do teste. Isso pode significar que o médico não terá um resultado adequado para utilizar a antitireoglobulina como um marcador tumoral do câncer de tireoide. Se os anticorpos antitireoglobulina estão sendo usados como uma ferramenta de acompanhamento e permaneciam  elevados, estabilizados, mas caem inicialmente, e vão aumentando com o tempo, e se isso permanece ou é recorrente, então, é provável que o tratamento não esteja sendo eficaz. Se os níveis estão caindo e/ou caíram para níveis muito baixos ou indetectáveis, então, é mais provável que a terapia tenha sido eficaz.

    Uma porcentagem de pacientes saudáveis pode ter um ou mais anticorpos tireoidianos positivos. A prevalência desses anticorpos tende a ser mais alta em mulheres e tende a aumentar com a idade. Se uma pessoa com nenhuma disfunção tireoidiana aparente tem um anticorpo tireoidiano, ela deverá fazer uma avaliação clínica pelo médico. Enquanto a maioria  nunca apresentará disfunção da tireoide, alguns poderão desenvolvê-la no futuro.

  • Is there anything else I should know?

    A sensibilidade e a especificidade do teste de anticorpo tireoidiano têm aumentado, mas ainda não são tão boas quanto os médicos gostariam. Todos os testes de anticorpos são feitos com o tempo. Este é um dos motivos do teste historicamente ter recebido diferentes nomes. Há, também, diversas metodologias diferentes e cada uma tem valores de referência (normais) diferentes. Se você está fazendo testes para o monitoramento, é importante realizá-lo no mesmo laboratório, com uma mesma metodologia. 

  • O que pode ser feito para prevenir, diminuir ou eliminar os anticorpos da tireoide?

    Não há mudanças de estilo de vida ou terapias que possam prevenir ou eliminar os anticorpos tireoidianos. É importante que o paciente e seu médico estejam cientes dos anticorpos e que trabalhem para minimizar os seus efeitos na função tireoidiana.

  • Os anticorpos tireoidianos fazem parte dos testes de rotina?

    Não. Em geral, eles são indicados somente quando um paciente apresenta tireoide aumentada ou sintomas sugestivos de disfunção tireoidiana. Triagem de rotina da tireoide é, geralmente, acompanhada dos testes tireoidianos , como TSH e T4.

View Sources

Fontes usadas na revisão atual

Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (© 2007). Diagnóstico de Mosby e Laboratório de Ensaios 8ª Referência Edição: Mosby, Inc., Saint Louis, MO. Pp 106-107, 108-109.

Wu, R. (2006). Tietz Guia Clínica de testes laboratoriais, Fourth Edition. Saunders Elsevier, St. Louis, Missouri. Pp 1030-1037.

Poppe, K. et. ai. (2008 27 de maio). O papel da tiróide auto-imunidade na Fertility and CME gravidez. Medscape de Nat Clin Pract Endocrinol Metab . [Informações on-line]. Disponível online em http://www.medscape.com/viewarticle/574861 através http://www.medscape.com . Acessado em 11/1/08.

Ogunyemi, D. e Nguyen, P. (2008 17 de março). Doença autoimune da tiróide e gravidez. eMedicine [informações on-line]. Disponível online em http://www.emedicine.com/med/TOPIC3261.HTM através http://www.emedicine.com . Acessado em 11/1/08.

Hershman, J. (2008 de junho de revista). Tireoidite de Hashimoto. Merck Manual para Profissionais de Saúde [de informação on-line]. Disponível online em http://www.merck.com/mmpe/sec12/ch152/ch152d.html?qt=thyroid%20antibodies&alt=sh através http://www.merck.com . Acessado em 11/1/08.

Funcionários Clínica Mayo (2007 01 de fevereiro). Doença de Hashimoto. MayoClinic [informações on-line]. Disponível online em http://www.mayoclinic.com/health/hashimotos-disease/DS00567 através http://www.mayoclinic.com . Acessado em 11/1/08.

Meikle, A. (2008 Setembro). Tiróide, auto-imune. ARUP Consult [informações on-line]. Disponível online em http://www.arupconsult.com/Topics/EndocrineDz/ThyroidAutoimmune.html através http://www.arupconsult.com . Acessado em 11/1/08.

Fontes usadas em revisões anteriores

Thomas, Clayton L., Editor (1997). Cyclopedic Dicionário Médico Taber. FA Davis Company, Philadelphia, PA [18 Edition].

Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (2001). Diagnóstico de Mosby e Laboratório de Ensaios quinta Referência Edição: Mosby, Inc., Saint Louis, MO.

Christopher, L. (2003, 4 de Agosto Actualizado). Antitiroglobulina anticorpo. MedlinePlus Enciclopédia Médica [informações on-line]. Disponível online em http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/003557.htm .

Christopher, L. (2003 02 de agosto, Actualizado). Anticorpo microsomal antitireoidiana. MedlinePlus Enciclopédia Médica [informações on-line]. Disponível online em http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/003556.htm .

Rennert, N. (2004 19 de abril de Actualização). Tireoidite crônica (doença de Hashimoto). MedlinePlus Enciclopédia Médica [informações on-line]. Disponível online em http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/000371.htm .

Tiróide auto-anticorpos específicos (anti-TPO, TgAb e Trab). Doença de tiróide Manager, a tireóide e suas doenças, Capítulo 6-A, Ensaio de hormonas da tiróide e substâncias relacionadas [On-line] Livro. Disponível online em http://www.thyroidmanager.org/FunctionTests/assay-frame.htm através http://www.thyroidmanager.org .

Mary Ann Liebert, Inc. (2003 04 de junho). Testes de tiróide para a clínica do bioquímico e médico, tiróide auto-anticorpos (anti-TPO, TgAb e TRAb). Medscape da tiróide 13 (1): 45-56, de 2003 [informações on-line]. Disponível online em http://www.medscape.com/viewarticle/452668?src=search através http://www.medscape.com .

Slatosky, J. et. ai. (2000 15 de fevereiro). Tireoidite: Diagnóstico e Tratamento Diferencial. Americana Family Physician [On-line revista]. Disponível online em http://www.aafp.org/afp/20000215/1047.html através http://www.aafp.org .

(2002 setembro de Actualização). A doença de Hashimoto: O que é e como ela é tratada. Familydoctor.org [informações on-line]. Disponível online em http://familydoctor.org/548.xml através http://familydoctor.org .

(© 2005). Tireoglobulina e tireoglobulina de Anticorpos. Guia do ARUP ao Teste de Laboratório Clínico [informações on-line]. Disponível online em http://www.aruplab.com/guides/clt/tests/clt_234b.jsp#1149079 através http://www.aruplab.com .

(© 2005). Peroxidase da tiróide (TPO) de anticorpo. Guia do ARUP ao Teste de Laboratório Clínico [informações on-line]. Disponível online em http://www.aruplab.com/guides/clt/tests/clt_235b.jsp#1149126 através http://www.aruplab.com .

Jain, T. (2004 02 de fevereiro, Actualizado). ETI. MedlinePlus Enciclopédia Médica [informações on-line]. Disponível online em http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/003685.htm .