Também conhecido como
Anticorpo citrulina
Anticorpo anticitrulina
Anticorpo antipeptídeo citrulinado cíclico
Anti CCP
Nome formal
Anticorpo do Peptídeo Citrulinado Cíclico
Este artigo foi revisto pela última vez em
Este artigo foi modificado pela última vez em
19 de Junho de 2018.
De relance
Por que fazer este exame?

Ajuda no diagnóstico de artrite reumatoide (AR) e serve para diferenciá-la de outros tipos de artrite. Também pode ser usado para ajudar a  avaliar o prognóstico de um paciente com AR.

Quando fazer este exame?

Quando o médico suspeita de AR em um paciente que apresenta inflamação das articulações e/ou artrite inflamatória não diagnosticada ou indiferenciada, com sintomas que sugerem, mas que ainda não atendem aos critérios de AR.

Amostra:

Uma amostra de sangue retirada de uma veia do braço.

É necessária alguma preparação?

Nenhuma preparação é necessária.

O que está sendo pesquisado?

O teste do anticorpo do peptídeo citrulinado cíclico (CCP) é um ensaio relativamente novo que detecta a presença de anticorpos de citrulina no sangue. Esses autoanticorpos são proteínas produzidas pelo sistema imune em resposta a uma ameaça percebida a partir da citrulina. A citrulina, um aminoácido pouco comum, é produzida quando o aminoácido arginina é alterado. Especula-se que a conversão da arginina em citrulina possa ter alguma relação com o processo inflamatório autoimune observado nas articulações daqueles com artrite reumatoide (AR).

A AR é uma doença autoimune sistêmica crônica que causa inflamação, dor, rigidez e alterações destrutivas nas mãos, pés e outras articulações por todo o corpo. Há vários tratamentos disponíveis para minimizar as complicações de AR, mas eles dependem de um diagnóstico preciso e do início do tratamento, antes do desenvolvimento de lesões significativas das articulações. O Fator Reumatoide (FR) é o principal teste de  sangue utilizado para detectar AR e para diferenciá-la de outros tipos de artrites e processos inflamatórios. Entretanto, a sensibilidade e  especificidade do FR não são ideais. O exame pode ser negativo em pacientes com sinais clínicos de AR e positivo em pacientes sem sinais. Estudos têm demonstrado que o CCP tem uma sensibilidade e especificidade que é igual ou maior que o FR e com maior possibilidade de ser positivo na fase inicial da AR.

De acordo com o Colégio Americano de Reumatologia (ACR), os anticorpos CCP podem ser detectados em cerca de 50% a 60% dos pacientes com AR inicial, logo com  três a seis meses após o início dos sintomas. A detecção e diagnóstico precoce de AR permite ao médico iniciar o tratamento agressivo desta doença, minimizando as complicações associadas e dano dos tecidos.

Como a amostra é obtida para o exame?

Uma amostra de sangue é obtida inserindo-se uma agulha em uma veia do braço.

NOTA: Se exames médicos em você ou em alguém importante para você o deixam ansioso ou constrangido, ou se você tem dificuldade de lidar com eles, leia um ou mais dos seguintes artigos: Lidando com dor, desconforto ou ansiedade durante o exame, Conselhos sobre exames de sangue, Conselhos para ajudar crianças durante exames médicos, e Conselhos para ajudar idosos durante exames médicos.

Outro artigo, Siga essa amostra, fornece uma visão da coleta e do processamento de uma amostra de sangue e de uma amostra de cultura da garganta.

É necessário algum preparo para garantir a qualidade da amostra?

Não é necessária nenhuma preparação para o teste.

Accordion Title
Perguntas frequentes
  • Como o exame é usado?

    Um teste CCP pode ser solicitado em conjunto ou após um teste de fator reumatoide (FR) para ajudar no diagnóstico de Artrite reumatoide (AR). O CCP também pode ser feito para ajudar a avaliar o desenvolvimento provável de AR em pacientes com artrite indiferenciada – aqueles cujos sintomas sugerem, mas ainda não atendem aos critérios do Colégio Americano de Reumatologia (ACR) para AR. Segundo este, aproximadamente 95% dos pacientes com CCP positivo irão desenvolver artrite reumatoide no futuro.

  • Quando o exame é pedido?

    O CCP é principalmente realizado em conjunto com um teste FR quando o paciente apresenta previamente uma artrite inflamatória não diagnosticada ou que  foi diagnosticada como artrite indiferenciada. Ele pode ser solicitado como um teste de acompanhamento para um teste FR negativo quando sinais clínicos, como dor articular simétrica e inflamação, levam o médico a suspeitar de AR.

  • O que significa o resultado do exame?

    Em geral, não podem ser analisados resultados de testes fora de um contexto de sinais e sintomas clínicos. No entanto, quando o paciente é positivo tanto para CCP quanto para FR, é muito provável que tenha AR e que possa desenvolver uma forma mais severa da doença. Quando o paciente é positivo para CCP, mas não para FR, e os sinais clínicos sugerem AR, é provável que tenha AR inicial ou que vai desenvolvê-la no futuro.

    Quando o paciente é negativo para CCP, mas apresenta FR positivo, os sinais e sintomas clínicos são mais importantes para determinar se ele tem AR ou outra condição inflamatória. Quando o paciente é negativo para CCP e FR, é menos provável que tenha AR. No entanto, é preciso enfatizar que o diagnóstico de AR é clínico, podendo ser feito na ausência de autoanticorpos positivos.

  • Há mais alguma coisa que eu devo saber?

    O teste CCP é promissor e cada vez mais utilizado. Entretanto, a sua utilidade clínica final e os modos em que será utilizado ainda não foram totalmente determinados.

  • Todos devem ser testados para CCP?

    Não. O CCP não é recomendado como um teste de triagem. Como o fator reumatoide (FR), ele é melhor utilizado para pacientes cujos sinais clínicos sugerem artrite reumatoide (AR) ou para os que já foram diagnosticados com artrite indiferenciada.

Fontes do artigo

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.

 

Fontes usadas na última revisão deste artigo

Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (© 2007). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 8th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO. Pp 73-74.

Wu, A. (2006). Tietz Clinical Guide to Laboratory Tests, Fourth Edition. Saunders Elsevier, St. Louis, Missouri. Pp 326.

Kelly, J. (2005 February 25). Anti-CCP plus RF may help find patients in the "treatment-window" stage of early RA. Medscape Medical News [On-line information]. Available online at http://www.medscape.com/viewarticle/538139 through http://www.medscape.com. Accessed on 8-26-08.

van der Helm-van Mil, A. et. al. (2005 June 30). Antibodies to Citrullinated Proteins and Differences in Clinical Progression of Rheumatoid Arthritis. Medscape from Arthritis Res Ther. 2005;7(5):R949-R958 [On-line information]. Available online at http://www.medscape.com/viewarticle/507248 through http://www.medscape.com. Accessed on 8-26-08.

Smith, H. (2006 May 24, Updated). Rheumatoid Arthritis. eMedicine [On-line information]. Available online at http://www.emedicine.com/med/TOPIC2024.HTM through http://www.emedicine.com. Accessed on 8-26-08.

Emery, P. et. al. (2008 May 12). Clinical Identification and Treatment of a Rapidly Progressing Disease State in Patients With Rheumatoid Arthritis. Medscape from Rheumatology. 2008;47(4):392-398 [On-line information]. Available online at http://www.medscape.com/viewarticle/573156 through http://www.medscape.com. Accessed on 8-26-08.

Fox, D. (2008 July 30). The ACR-EULAR Collaboration: An Expert Interview With David A. Fox, MD. Medscape Rheumatology [On-line information]. Available online at http://www.medscape.com/viewarticle/577523 through http://www.medscape.com. Accessed on 8-26-08.

Niemeier, L. (2008 March 3). The Role of Anti-CCP in the Laboratory Diagnosis of Rheumatoid Arthritis. CAP Newspath [On-line information]. Available online at http://www.cap.org/apps/cap.portal?_nfpb=true&cntvwrPtlt_actionOverride=%2Fportlets%2FcontentViewer%2Fshow&_windowLabel=cntvwrPtlt&cntvwrPtlt{actionForm.contentReference}=newspath%2F0803%2Fanti_ccp.html&_state=maximized&_pageLabel=cntvwr through http://www.cap.org. Accessed on 8-26-08.

(© 2003). The Use of Anti-cyclic Citrullinated Peptide (anti-CCP) Antibodies in RA. American College of Rheumatology [On-line information]. Available online at http://www.rheumatology.org/publications/hotline/1003anticcp.asp through http://www.rheumatology.org. Accessed on 8/26/08.

Fontes usadas em revisões anteriores

Thomas, Clayton L., Editor (1997). Taber’s Cyclopedic Medical Dictionary. F.A. Davis Company, Philadelphia, PA [18th Edition].

Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (2001). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 5th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO.

Shiel, W. (2004 September 17, Reviewed). Citrulline Antibody. MedicineNet.com [On-line information]. Available online at http://www.medicinenet.com/citrulline_antibody/article.htm through http://www.medicinenet.com.

Check, W. (2003 June). Assay takes arthritis out of the gray zone. College of American Pathologists, Feature Story [On-line journal]. Available online at http://www.cap.org/apps/docs/cap_today/feature_stories/rheumarthritis_assay.html through http://www.cap.org.

Bizzarola, N. et. al. (2001). Diagnostic Accuracy of the Anti-Citrulline Antibody Assay for Rheumatoid Arthritis. Clinical Chemistry. 2001; 47:1089-1093. [On-line information]. Available online at http://www.clinchem.org/cgi/content/full/47/6/1089 through http://www.clinchem.org.

(2004 February 4, Updated). Cyclic Citrullinated Peptide (CCP): A New Serum Marker for Rheumatoid Arthritis. Foundation for Blood Research, Fact Sheet [On-line information]. Available online at http://www.fbr.org/publications/factsheets/fs-ccp.html through http://www.fbr.org.

Wiik, A., et. al. (2003). The Use of Anti-cyclic Citrullinated Peptide (anti-CCP) Antibodies in RA. American College of Rheumatology, Hotline [On-line article]. Available online at http://www.rheumatology.org/publications/hotline/1003anticcp.asp through http://www.rheumatology.org.

McCoy, T. (2003 October 24). Simple Blood Test May Predict The Development Of Rheumatoid Arthritis In Patients With Joint Pain. American College of Rheumatology, Arthritis News [On-line press release]. Available online at http://www.rheumatology.org/press/2003/pr1.asp through http://www.rheumatology.org.

Bas, S. et. al. (2002). Diagnostic tests for rheumatoid arthritis: comparison of anti-cyclic citrullinated peptide antibodies, anti-keratin antibodies and IgM rheumatoid factors. Rheumatology 2002; 41: 809-814. [On-line journal]. Available online at http://rheumatology.oupjournals.org/cgi/content/full/41/7/809 through http://rheumatology.oupjournals.org.

Vallbracht, I., et. al. (2004). Diagnostic and clinical value of anti-cyclic citrullinated peptide antibodies compared with rheumatoid factor isotypes in rheumatoid arthritis. Annals of the Rheumatic Diseases 2004;63:1079-1084. [On-line abstract]. Available online at http://ard.bmjjournals.com/cgi/content/abstract/63/9/1079 through http://ard.bmjjournals.com.

Castelar Pinheiro, G., et. al. (2003 August 5). Anti–Cyclic Citrullinated Peptide Antibodies in Advanced Rheumatoid Arthritis. Annals of Internal Medicine, Letter, Volume 139 Issue 3, Pages 234-235. [On-line journal]. Available online at http://www.annals.org/cgi/content/full/139/3/234-a through http://www.annals.org.

(©2004). 0055256: Cyclic Citrullinated Peptide Antibody, IgG. ARUP's User's Guide [On-line test information]. Available online at http://www.aruplab.com/guides/ug/tests/0055256.jsp through http://www.aruplab.com.

Rauscher, M. (2003 October 28, Updated). Antibodies may help predict rheumatoid arthritis. MedicineNet.com, Reuters Health [On-line information]. Available online at http://www.medicinenet.com/script/main/art.asp?articlekey=25015 through http://www.medicinenet.com.

Douglas, D. (2004 September 21). Antibodies Predict Course of Early Arthritis. MedlinePlus Health Information from Reuters [On-line news, not available after 10/21/2004]. Available online at http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/news/fullstory_20221.html through http://www.nlm.nih.gov.

Schellekens, G., et. al., (1998 January). Citrulline is an Essential Constituent of Antigenic Determinants Recognized by Rheumatoid Arthritis-specific Autoantibodies. J. Clin. Invest. Volume 101, Number 1, January 1998, 273-281 [On-line journal]. Available online at http://www.jci.org/cgi/content/abstract/101/1/273 through http://www.jci.org.

Dina Dadabhoy, M.D., University of Michigan, Division of Rheumatology.