Nome formal
Troponina I e Troponina T
Este artigo foi revisto pela última vez em
Este artigo foi modificado pela última vez em
15 de Janeiro de 2018.
At a Glance
Why Get Tested?
Para determinar se alguém teve um infarto do miocárdio ou lesão do músculo cardíaco.
When To Get Tested?
Imediatamente e a intervalos de 4 a 6 horas, em pessoas que sentem dor torácica ou outros sintomas que podem ser devidos a um infarto do miocárdio.
Sample Required?
Uma amostra de sangue obtida de uma veia do braço.
Test Preparation Needed?
Nenhuma
What is being tested?
Troponinas são uma família de proteínas encontradas nas fibras musculares esqueléticas e cardíacas. Os três tipos diferentes de troponina são a troponina C, troponina T e troponina I. Juntas, as três controlam a contração muscular. Duas delas, troponina I e troponina T, têm uma forma encontrada apenas no coração. Estas troponinas específicas, chamadas troponina I cardíaca (cTnI) e troponina T cardíaca (cTnT), estão presentes em pequenas quantidades no sangue. Quando há lesão do músculo cardíaco, as troponinas cardíacas são liberadas na circulação em quantidade proporcional à extensão da lesão.

Quando um paciente tem um infarto do miocárdio, os níveis sanguíneos de troponinas se eleva em 3 a 4 horas após a lesão e permanece elevado durante 10 a 14 dias.

How is the sample collected for testing?

Uma amostra de sangue obtida de uma veia do braço.

Is any test preparation needed to ensure the quality of the sample?

Nenhuma preparação é necessária.
Accordion Title
Common Questions
  • How is it used?
    As troponinas são pedidas principalmente para pessoas com dor torácica, para ver se houve infarto do miocárdio ou outra lesão cardíaca. Podem ser pedidas a troponina I ou a troponina T. Em geral, o laboratório oferece apenas uma das duas. Algumas vezes, ela é pedida com outros marcadores cardíacos, como a CK-MB ou a mioglobina. Entretanto, preferem-se as troponinas porque permanecem elevadas por mais tempo e são mais específicas do músculo cardíaco que os outros exames, que podem ficar positivos com lesões de músculos esqueléticos.

    A troponina é usada para diagnosticar infarto do miocárdio, para detectar lesão cardíaca branda e grave e para distinguir dor torácica resultante de outras causas. Em pacientes com dor torácica ou outros sintomas relacionados ao coração, e que não procuram assistência médica durante um dia ou mais, a troponina ainda estará elevada se os sintomas forem devidos à lesão cardíaca.

  • When is it ordered?
    A troponina gerlemente é pedida quando um paciente com suspeita de infarto do miocárdio é atendido no setor de emergência. Depois, pode ser repetida a cada 6 a 12 horas. Algumas vezes, é pedida com outros exames, como creatina quinase, CK-MB, ou mioglobina. É costume medir a troponina 2 a 3 vezes em um período de 12 a 16 horas.

    Em pacientes com angina estável, a troponina é pedida quando os sintomas pioram, quando ocorrem com o paciente em repouso e/ou não melhoram mais com o tratamento. Todos esses sinais indicam instabilidade da angina, que aumenta o risco de infarto do miocárdio ou de outros problemas cardíacos graves no futuro próximo.

  • What does the test result mean?
    Normalmente, os níveis sanguíneos de troponina cardíaca são tão baixos que não se consegue medi-los. Mesmo elevações pequenas podem indicar algum grau de lesão cardíaca. Quando ocorrem aumentos significativos, é provável que o paciente tenha um infarto do miocárdio ou outra forma de lesão cardíaca. É improvável que tenha havido lesão cardíaca quando um paciente apresenta dor torácica ou angina estável conhecida e níveis normais de troponina.

    Os níveis de troponina permanecem elevados por uma ou duas semanas após um infarto do miocárdio. O exame não é afetado por lesão de outros músculos. Injeções, acidentes e medicamentos que provocam lesão de músculos esqueléticos não afetam os níveis de troponina. Esta pode aumentar após exercícios árduos, embora isso não tenha significado na ausência de sinais e sintomas de doença cardíaca.

  • Is there anything else I should know?
    Níveis elevados de troponina não devem ser usados isoladamente para diagnosticar ou excluir infarto do miocárdio. Também são importantes o exame físico, a história clínica e o eletrocardiograma. Algumas pessoas com infarto do miocárdio apresentam níveis normais de troponina, enquanto outras com níveis elevados de troponina não têm lesão cardíaca aparente. Os níveis de troponina podem aumentar também com problemas agudos e crônicos, como miocardite (inflamação do coração), insuficiência cardíaca congestiva, nfecções graves, doenças renais e alguns problemas inflamatórios crônicos dos músculos e da pele.
  • O que significa infarto do miocárdio?
    Infarto do miocárdio significa que parte do músculo cardíaco morreu. Em geral, começa com uma sensação de pressão ou dor no tórax, com frequência estendendo-se para o pescoço ou braço esquerdo. Pode haver dificuldade de respirar, fraqueza e suores frios.

    Um infarto do miocárdio geralmente ocorre por bloqueio de um dos vasos sanguíneos (chamados artérias coronárias) que levam sangue para o coração. Isso em geral acontece quando forma-se um coágulo sanguíneo em um vaso já parcialmente obstruído. O bloqueio parcial costuma ser resultado de  aterosclerose, que ocorre ao longo de muitos anos com a formação de placas nas paredes dos vasos. Essas placas estreitam e endurecem os vasos, e podem romper-se a qualquer momento, bloqueando completamente a artéria afetada.

  • Se eu sentir dor no tórax, significa que estou tendo um infarto do miocárdio?

    Existem muitos problemas que podem causar dor torácica, e com base apenas no tipo de dor não é possível dizer se está ocorrendo ou não um infarto do miocárdio. Muitas pessoas têm dor torácica por contratura dos músculos do tórax, por azia ou outros problemas envolvendo o estômago e o duodeno, por estresse emocional ou por alguns problemas pulmonares. A dor torácica que ocorre durante exercício, trabalho pesado ou em momentos de estresse e que dura alguns minutos e passa com repouso, em geral, é causada por angina. Uma forma relativamente rara desse tipo de dor pode ser devida a espasmos cardíacos temporários, e é chamada angina instável. Esses espasmos costumam  ocorrer à noite, com o paciente em repouso, e podem causar dor intensa mas passageira.

    Procure assistência médica imediatamente se a dor torácica durar mais que alguns minutos, principalmente se estiver em repouso.

  • E se eu não tiver certeza que estou tendo um infarto do miocárdio?
    Se você sentir dor torácica prolongada, que não passa com repouso nem com medicamentos usados para tratar angina, procure assistência médica imediatamente. Muitas pessoas que têm infarto do miocárdio morrem sem chamar uma ambulância ou procurar um serviço de emergência.
View Sources
Fontes usadas na revisão atual

American Family Physician: Diagnosis of Acute Coronary Syndrome. Available online at http://www.aafp.org/afp/20050701/119.html through http://www.aafp.org.

Clarke, W. and Dufour, D. R., Editors (2006). Contemporary Practice in Clinical Chemistry, AACC Press, Washington, DC, p. 264.

Pagana K, Pagana T. Mosby's Manual of Diagnostic and Laboratory Tests. 3rd Edition, St. Louis: Mosby Elsevier; 2006, pp 522-525.

Mehta S, Bautista RM, Adams BD. Role of first-drawn indeterminate troponin-I levels in the Emergency Department. Int J Cardiol 2008 Mar 18.

Michielsen Etienne C H J, Wodzig Will K W H, Van Dieijen-Visser Marja P.
 Cardiac troponin T release after prolonged strenuous exercise.
 Sports medicine (Auckland, N.Z.) 2008; 38(5):425-35.

Lippi G, Schena F, Salvagno GL, Montagnana M, Gelati M, Tarperi C, Banfi G, Guidi GC. Influence of a half-marathon run on NT-proBNP and troponin T. Clin Lab. 2008; 54(7-8):251-4.

Fontes usadas em revisões anteriores

Thomas, Clayton L., Editor (1997). Taber’s Cyclopedic Medical Dictionary. F.A. Davis Company, Philadelphia, PA [18th Edition].

Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (2001). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 5th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO.

Adams, J. & Apple, F. (2004). New Blood Tests for Detecting Heart Disease. American Heart Association, from Circulation 2004;109:e12-e14. PDF available for download at http://circ.ahajournals.org/cgi/reprint/109/3/e12.pdf through http://circ.ahajournals.org.

Achar, S. et. al. (2005 July 1). Diagnosis of Acute Coronary Syndrome. American Family Physician. Available online at http://www.aafp.org/afp/20050701/119.html through http://www.aafp.org.

(2000). Cardiac Troponin-I Assay. UCLA Diagnostic Module-2000. PDF available for download at http://www.med.ucla.edu/champ/Troponin%20Guidelines.PDF#search='intitle:Troponin' through http://www.med.ucla.edu.

Jeremias, A. and Gibson, C. M. (2005 May 3). Narrative Review: Alternative Causes for Elevated Cardiac Troponin Levels when Acute Coronary Syndromes Are Excluded. Annals of Internal Medicine v 142 (9).

Check, W. (2001 July). Troponin triple crown: diagnosis, risk, Rx. College of American Pathologists, CAP Today. Available online at http://www.cap.org/apps/docs/cap_today/feature_stories/feat_0701.html through http://www.cap.org.

Parham, S. (2005 February). Clearing a path for new cardiac markers. College of American Pathologists, CAP Today. Available online at http://www.cap.org/apps/docs/cap_today/feature_stories/0205Cardiac.html through http://www.cap.org.