Este artigo foi revisto pela última vez em
Este artigo foi modificado pela última vez em 29 de Novembro de 2019.
Resumo

Espondilite anquilosante é um tipo de artrite crônica que afeta principalmente a coluna vertebral. O nome deriva de palavras gregas que significam “inflamação de vértebras causando rigidez”. As articulações mais atingidas são as intervertebrais e a sacroilíaca, mas outras são afetadas ocasionalmente. Os sintomas são dor e rigidez das articulações envolvidas, começando no fim da puberdade ou no início da idade adulta. Cerca de 40% dos pacientes apresentam também uveíte, uma inflamação ocular com dor, sensibilidade à luz e visão embaçada. Com menor frequência, também pode ocorrer Inflamação da valva aórtica. Em casos avançados, a inflamação provoca crescimento ósseo e fusão de vértebras.

A espondilite anquilosante é mais comum em homens que em mulheres. A maioria dos pacientes apresenta o antígeno de histocompatibilidade HLA-B27, mas apenas cerca de 5% das pessoas com esse antígeno têm a doença.

 

Accordion Title
Sobre Espondilite Anquilosante
  • Exames

    O diagnóstico de espondilite anquilosante é essencialmente clínico, mas alguns exames podem ser usados:

    Proteína C reativa (PCR), para avaliar a inflamação.
    Velocidade de hemossedimentação (VHS), para avaliar a inflamação.
    Hemograma, para pesquisar anemia e alterações dos leucócitos relacionadas com inflamação.
    HLA-B27. Não tem valor diagnóstico, mas é usado em avaliações epidemiológicas.
    Radiografias e outros exames de imagem.
    • Proteína C reativa (PCR), para avaliar a inflamação. 
    • Velocidade de hemossedimentação (VHS), para avaliar a inflamação.
    • Hemograma, para pesquisar anemia e alterações dos leucócitos relacionadas com inflamação.
    • HLA-B27. Não tem valor diagnóstico, mas é usado em avaliações epidemiológicas.
    • Radiografias e outros exames de imagem.
  • Tratamento

    Não há cura para espondilite anquilosante, mas fisioterapia ajuda a melhorar a rigidez articular e medicamentos aliviam a dor e a inflamação. Podem ser usados anti-inflamatórios não esteroides, como ibuprofeno, naproxeno ou indometacina, outros antirreumáticos, como metotrexato ou sulfasalazina, ou corticoesteroides, como prednisona. Está em estudo o uso de inibidores do fator de necrose tumoral.

Páginas Relacionadas
Fontes do Artigo

MedlinePlus. Ankylosing Sponylitis. Available online at http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ankylosingspondylitis.html. Accessed September 2010.

MayoClinic.com. Ankylosing spondylitis. Available online at http://www.mayoclinic.com/print/ankylosing-spondylitis/DS00483/DSECTION=all&METHOD=print through http://www.mayoclinic.com. Accessed September 17, 2010.

Wilfred CG Peh. Ankylosing Spondylitis. eMedicine: Radiology. Last updated March 25, 2009. Available online at http://emedicine.medscape.com/article/386639-overview through http://emedicine.medscape.com. Accessed Sept 2010.

AllAboutBackandNeckPain.com. Ankylosing Spondylitis. Available online at http://www.allaboutbackandneckpain.com/understand/ankylosing-spondylitis.asp through http://www.allaboutbackandneckpain.com. Accessed Sept 2010.